Aguarde
Opinião dos Consumidores:50(Avaliações)
O Homem do Castelo Alto (nova edição)
Em 1962, a suástica é hasteada em Nova Iorque. A escravidão é legal, os judeus tentam sobreviver e o I Ching é tão comum quanto o horóscopo. Nesta distopia, Philip K. Dick traz uma visão assombrosa da história que poderia ter se tornado real, caso a Alemanha nazista e o Japão tivessem ganhado a Segunda Guerra Mundial. Adaptado em uma série de sucesso pela Amazon Prime e ganhador do prêmio Hugo de melhor romance, o livro estabeleceu o autor no gênero, quebrando a barreira entre a ficção científica e o romance filosófico. Com design de Giovanna Cianelli, a capa apresenta uma ilustração inédita de Rafael Coutinho, que inspirado pelas obras de Norman Rockwell, salienta um dos aspectos mais sombrios do livro: o quão próxima da nossa realidade é a história alternativa criada por Dick.
Comprar

De: R$ 49,90Por: R$ 42,90

Preço à vista: R$ 42,90

Economia de R$ 7,00

Mais formas de pagamentoAdicionar a lista de desejosAdicionar ao carrinho
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 42,90
Outras formas de pagamento

Vídeo

Sobre o Livro

Originalmente lançado em 1963, O Homem do Castelo Alto foi um dos principais livros escritos por Philip K. Dick. Com essa obra, o autor conquistou seu primeiro prêmio Hugo e se consagrou como um dos grandes escritores de ficção científica de todos os tempos.



Assombrosa, a obra apresenta um cenário perverso ao mudar os rumos da História que conhecemos: após anos de conflito, a Segunda Guerra Mundial foi vencida pelos Nazistas. No início da década de 1960, o mundo vive sob o domínio da Alemanha e do Japão. Os negros são escravos. Os judeus se escondem sob identidades falsas para não serem exterminados. E qualquer referência sobre uma distópica vitória dos aliados não passa de lenda.



É nesse universo desfigurado que se constroem os dramas de diferentes personagens – todos conectados ao milenar oráculo chinês I Ching: um judeu que tenta esconder a sua origem; um antiquário que busca aceitação social; um burocrata que se envolve numa intriga política; uma mulher que vislumbra um mundo diferente ao ler um livro subversivo sobre um mundo no qual os Estados Unidos ganharam a guerra...



Aqui, Philip K. Dick não apenas reinventa a História, mas cria uma ficção paralela à sua própria realidade, sobrepondo fatos reais e ficcionais até confundi-los. No fim, só resta a pergunta: o que é realidade?

Características

SubcategoriasFicção Científica, Clássicos, Distopia, New wave

Ficha Técnica

Tradutor (a)Fábio Fernandes
Ano2019
Páginas288
Acabamentobrochura
Peso0,270 Kg
ISBN9788576574415
TipoLivro
FormatoBrochura

Adicionais

EdReviews
  • “O escritor de ficção científica mais consistente e brilhante do mundo."



    – John Brunner



  • “Uma espécie de Kafka do pulp-fiction, um profeta.”



    – The New York Times



  • “[Dick] viu todas as possibilidades aterrorizantes que outros autores evitaram."



    – Rolling Stone
  • Video



    Pipoca & Nanquim




    Pipoca & Nanquim – O Homem do Castelo Alto




    Felizmente, a Segunda Guerra Mundial terminou com a derrota do Eixo. Mas, e se os nazistas tivessem vencido o conflito? Que espécie de mundo teria advindo de sua soberania? É o que responde de forma primorosa O Homem do Castelo Alto, uma obra-prima do premiado escritor Philip K. Dick, autor do livro que deu origem ao filme Blade Runner – O Caçador de Androides.

    Autor

    Nome do AutorPhilip K. Dick
    Resumo do Autor



    Philip
    K. Dick







    Nome completo
    Philip Kindred Dick




    Nascimento
    Estados Unidos, 16.12.1928




    Morte



    02.03.1982




    Gêneros literários



    Ficção Científica


    Trabalhos notáveis



    O Homem do Castelo Alto


    Ubik




    Philip Kindred Dick nasceu nos Estados Unidos,em 1928. Ao longo de sua vida e de sua carreira, nunca deixou de suspeitar do mundo a sua volta, em aparência e essência. O profundo questionamento da condição humana e da verdadeira natureza da realidade tornou-se uma marca indelével de sua obra. Tanto que a ficcionista Ursula K. Le Guin chegou a considerá-lo o Jorge Luis Borges norte-americano.

    Embora não tenha tido o justo reconhecimento em vida, várias de suas obras tornaram-se conhecidas ao serem roteirizadas e transformadas em grandes sucessos do cinema, como o clássico Blade runner, baseado no romance Androides sonham com ovelhas elétricas?. O Vingador do Futuro, Minority Report e Os Agentes do Destino, entre outros filmes, foram inspirados em contos de Dick. Autor de mais de 120 contos e 36 romances, entre eles Valis, Ubik, Os Três Estigmas de Palmer Eldritch e os premiados O Homem do Castelo Alto e Fluam, Minhas Lágrimas, Disse o Policial, Philip K. Dick morreu em 1982, aos 53 anos, em decorrência de um acidente vascular cerebral.



    Sobre o Autor

    Outros títulos do autor


    Reviews

      Opinião dos leitores

      banner
      Voltar para o topo da página

      Newsletter

      Fechar

      Olá, terráqueo! Cadastre-se para receber as novidades e promoções da Aleph