Aguarde
Opinião dos Consumidores:50(Avaliações)
O Perfuraneve
Percorrendo a branca imensidão de um eterno e congelante inverno de solidão, corre, de uma ponta à outra da Terra, um trem cujo movimento nunca se encerra... É o Expresso Perfuraneve, com seus mil e um vagões. É o último bastião da civilização!
Comprar

Por: R$ 69,90

Preço à vista: R$ 69,90

Mais formas de pagamentoAdicionar a lista de desejosAdicionar ao carrinho
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 69,90
Outras formas de pagamento

Vídeo

Sobre o Livro

O inverno chegou e pode durar para sempre! Após uma hecatombe nuclear que alterou o clima da Terra e a afundou em uma eterna Era do Gelo, a humanidade não tinha chance nenhuma de sobreviver. Exceto por um pequeno grupo que encontrou refúgio em um trem de tecnologia revolucionária, o Perfuraneve.


A locomotiva representa a salvação da humanidade e confina, em seus mil e um vagões, toda a esperança de vida no planeta. A convivência se torna o grande desafio para os últimos representantes da espécie, que rapidamente se adaptam e organizam a vida no novo habitat. Nesse momento, os velhos mecanismos que levaram o planeta à destruição voltam à ativa, incluindo a divisão de classes: os passageiros são divididos em “castas”, cada uma em um vagão, ficando os pobres no fundo e os ricos na frente. O trem também é cenário de racismo, religião e alienação.


Considerada uma das melhores HQ de Ficção Cientifica, O Perfuraneve teve seu primeiro volume publicado em 1984 e, após a morte de Lob, Benjamin Legrand deu continuidade ao trabalho e publicou os dois volumes seguintes: O Explorador (1999) e A Travessia (2000). A edição da Aleph traz o texto integral, unindo os três volumes, diferente do ocorrido em alguns países nos quais foi lançado divido em três volumes.



A HQ funciona como um verdadeiro tubo de ensaio em que os autores analisam toda a humanidade, testando suas capacidades de organização, justiça e relacionamento, e a passagem do protagonista, vagão por vagão, é uma pintura fiel da sociedade estratificada. Com um enredo instigante e violento, repleto de ação e escárnio, O Perfuraneve é fundamental para quem aprecia grandes histórias. Em 2013, a obra foi adaptada para o cinema com o título de O Expresso de Amanhã, dirigido por Joon-ho Bong e estrelado por Tilda Swinton (O Grande Hotel Budapeste, O Curioso Caso de Benjamin Button), Chris Evans (Capitão América, Os Vingadores), John Hurt (V de Vingança, O Homem Elefante), Song Kangho e Ed Harris (O Show de Truman, Apollo 13).

Características

SubcategoriasFicção Científica, FC Contemporânea, Distopia

Ficha Técnica

Tradutor (a)Daniel Lühmann
Edição
Ano2015
Páginas280
AcabamentoBrochura
Peso1,500 kg
ISBN9788576572121
TipoLivro
Formato21,5x29cm

Adicionais

EdReviews
  • “Ficção científica distópica na sua melhor forma. Uma porta de entrada perfeita ao gênero e um dos melhores quadrinhos da Europa."



    – iO9



  • “Escrita fantástica e arte audaciosa, e ainda atual, mais de trinta anos depois."



    – The Verge



  • “Uma das melhores HQs de ficção científica já escritas!."



    – Comics Beat
  • Video



    Editora Aleph




    Cápsula – O Perfuraneve,
    de Lob, Rochette e Legrand




    E lá vem O PERFURANEVE. Percorrendo a branca imensidão. De um eterno e congelante inverno de solidão. Ele corre de uma ponta à outra da Terra, em um movimento que nunca se encerra...

    Autor

    Resumo do Autor



    Jean-Marc
    Rochette








    Nome completo
    Jean-Marc Rochette




    Nascimento
    ALEMANHA, 23.04.1956




    Gêneros literários



    Ficção Científica



    Quadrinhos



    Trabalhos notáveis



    O Perfuraneve




    Jean-Marc Rochette publicou suas primeiras pranchas na Actuel em 1974 e, em seguida, colaborou com o Mandryka (Anodin et Inodor) e com Martin Veyron (Edmond le cochon) em L'Écho des savanes. Em 1982, criou o Expresso Perfuraneve com Jacques Lob e, em 1986, veio Requiem blanc, com roteiro de Benjamin Legrand. Entre 2002 e 2009, Rochette assinou histórias em quadrinhos com René Pétillon e Fred Bernard. Além disso, ele ilustrou vários clássicos da literatura, como A Odisseia, Pinóquio, Cândido, O Pequeno Polegar, bem como vários outros livros infanto-juvenis. Desde 2009, ele vive e pinta em Berlim.




    Autor II

    Nome do autor IIJacques Lob
    Resumo do Autor II


    Jacques
    Lob





    Nome completo
    Jacques Lob



    Nascimento
    FRANÇA, 19.08.1932



    Gêneros literários


    Ficção Científica


    Quadrinhos

    Trabalhos notáveis


    O Perfuraneve



    Jacques Lob começou sua carreira como ilustrador de desenhos animados humorísticos que foram publicados em várias revistas, até que ele foi aconselhado a focar em sua escrita por Jean-Michel Charlier.

    Em colaboração com Gotlib, em 1972, ele criou seu personagem mais famoso, Superdupont. Foi primeiro serializado em Pilote, e depois em L'Écho des savanes, então desenhado por Alexis, e depois de sua morte, por Solé.



    Seu trabalho de 1982 O Perfuraneve, desenhado por Jean-Marc Rochette, foi mais tarde usado como base para as obras The Explorers (1999) e The Crossing (2000) com Rochette continuando seu trabalho, e Benjamin Legrand, editor do original, contribuindo com o trabalho. escrita. Em 2013 o filme Snowpiercer foi adaptado do trabalho.



    Autor III

    Nome do Autor IIIBenjamin Legrand
    Resumo do Autor III



    Benjamin
    Legrand








    Nome completo
    Benjamin Legrand




    Nascimento
    FRANÇA, 16.10.1950




    Gêneros literários



    Ficção Científica



    Quadrinhos



    Trabalhos notáveis



    O Perfuraneve




    Benjamin Legrand deu seus primeiros passos no cinema como assistente de direção de Édouard Molinaro, Christopher Miles, Jacques Demy e Jacques Rivette, além de também ter trabalhando em vários filmes publicitários. Atualmente trabalha como escritor (Um escalier de sable é o seu décimo primeiro romance), tradutor de histórias em quadrinhos e de mais de trinta romances em língua inglesa (como as versões francesas de A fogueira das vaidades, de Tom Wolfe, e de A religião, de Tim Willocks) também como diretor de televisão e criador de séries e desenho animado, sobretudo em parceria com Phlippe Druillet.



    Ele também é roteirista de vários filmes entre os quais estão Cinq jours en juin , de Michel Legrand, Lovely Rita, de Stéphane Clavier, adaptados de um romance seu publicado pela coleção Série Noire, e de Au secours j’ai tente ans, de Marie-Anne Chazel, além de muitos episódios de séries de TV, como Nestor Burma.



    Ele também assinou o rotero de várias histórias em quadrinhos, várias delas em parcera com Tardi (tuer de Cafards) , Jean – Marc Rochette (L’Or et L’Esprit, O Perfuraneve) e Philippe Druillet (Delirius 2, no lugarde Jacques Lob).




    Sobre o Autor


    Reviews

      Opinião dos leitores

      banner
      Voltar para o topo da página

      Newsletter

      Fechar

      Olá, terráqueo! Cadastre-se para receber as novidades e promoções da Aleph