Aguarde
Opinião dos Consumidores:0(Avaliações)
Os Três Estigmas de Palmer Eldritch
Num futuro não tão distante, quando o exílio compulsório de um planeta Terra excessivamente quente significa instalar-se miseravelmente em colônias marcianas, a única coisa que faz a vida dos colonizadores suportável são as drogas. Única em sua finalidade, a Can-D "traduz" aqueles que a consomem para uma outra realidade. No entanto, o surgimento de um concorrente abre uma disputa por esse mercado. Chamada Chew-Z, a nova substância é comercializada sob o slogan "Deus promete a vida eterna; nós cumprimos a promessa". Mas a questão é: Que tipo de eternidade ela oferece? E quem - ou o que - será seu portador?

Vídeo

Sobre o Livro

Indicado ao prêmio Nebula em 1965 como melhor romance, Os Três Estigmas de Palmer Eldritch questiona a verdadeira natureza da realidade e a frágil linha que separa lucidez e loucura. A história se passa em um futuro não muito distante, em que a Terra superaquecida e cada vez mais insuportável de se habitar obriga a população a se mudar para colônias em outros planetas e satélites.


Condenados ao isolamento total e sem perspectiva de retorno à sociedade, os primeiros colonos encontram um único alívio para resistir ao tédio e à sua deprimente situação: o consumo de uma droga ilegal alucinógena, a Can-D, que os transporta para uma realidade alternativa.


Essa substância é distribuída por Leo Bulero, empresário poderoso que, extra oficialmente, é o maior traficante do Sistema Sol. Bulero tem seu império ameaçado com a chegada de Palmer Eldritch, um industrial bem-sucedido que começa a distribuir uma droga revolucionária, a Chew-Z, que promete cumprir a maior de todas as promessas: vida eterna.


A disputa entre Bulero e Eldritch estende-se, então, para além do triunfo comercial. A Chew-Z torna-se símbolo de esperança para alguns e de ameaça para outros. Para ambos, porém, é uma incógnita: Que tipo de eternidade ela oferece? E quem – ou o quê – será o seu portador?

Características

SubcategoriasFicção Científica, Clássicos, New wave

Ficha Técnica

Tradutor (a)Ludimila Hashimoto
Edição
Ano2010
Páginas248
AcabamentoBrochura
Peso0,325 kg
ISBN9788576570929
TipoLivro
Formato14x21

Adicionais

Trecho do Livrohttp://www.editoraaleph.com.br/site/media/catalog/product/f/i/file_42.pdf
EdReviews
  • “Para todos aqueles que estão perdidos neste labirinto interminável de realidades multiplicáveis, um lembrete: Philip K. Dick já esteve aí."



    – Terry Gilliam



  • “A mente mais brilhante da ficção científica de todos os mundos.”



    – Rolling Stone



  • “Enquanto a maioria dos autores de ficção científica do século 20 aparenta estar absolutamente datada, Dick oferece uma visão de futuro que captura a aura de nossos tempos."



    – Wired
  • Autor

    Nome do AutorPhilip K. Dick
    Resumo do Autor


    Philip
    K. Dick





    Nome completo
    Philip Kindred Dick



    Nascimento
    Estado Unidos, 16.12.1928



    Morte
    02.03.1982



    Gêneros literários


    Ficção Científica


    Ficção Histórica


    Trabalhos Notáveis


    Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?


    O Homem do Castelo Alto



    Philip Kindred Dick nasceu nos Estados Unidos, em 1928. Ao longo de sua vida e de sua carreira, nunca deixou de suspeitar do mundo a sua volta, em aparência e essência. O profundo questionamento da condição humana e da verdadeira natureza da realidade tornou-se uma marca indelével de sua obra. Tanto que a ficcionista Ursula K. Le Guin chegou a considerá-lo o Jorge Luis Borges norte-americano.



    Embora não tenha tido o justo reconhecimento em vida, várias de suas obras tornaram-se conhecidas ao serem roteirizadas e transformadas em grandes sucessos do cinema, como o clássico Blade Runner, baseado no romance Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?. O Vingador do Futuro, Minority Report e Os Agentes do Destino, entre outros filmes, foram inspirados em contos de Dick. Autor de mais de 120 contos e 36 romances, entre eles Valis, Ubik, Os Três Estigmas de Palmer Eldritch e os premiados O Homem do Castelo Alto e Fluam, Minhas Lágrimas, Disse o Policial, Philip K. Dick morreu em 1982, aos 53 anos, em decorrência de um acidente vascular cerebral.




    Sobre o Autor

    Outros títulos do autor


    Reviews

      Opinião dos leitores

      banner
      Voltar para o topo da página

      Newsletter

      Fechar

      Olá, terráqueo! Cadastre-se para receber as novidades e promoções da Aleph